21 Infográficos Poderosos Sobre isto Refeição saudável

Super Size Me


O mexicano Juan Pedro Franco, de 33 anos, entrou pelo Guinness, o livro dos recordes, como o homem mais pesado do mundo — chegou a ter 595 kg. Hoje, trava uma luta pessoal pra voltar a ter uma vida em que possa continuar de pé e andar sozinho. Segundo os médicos, uma dieta inadequada e um defeito nas glândulas tireoides foram os 2 principais fatores que fizeram ele continuar tão obeso.



Após anos confinado a uma cama, ele neste instante consegue doar alguns passos, continuar de pé por alguns minutos e fazer exercícios. Nessa semana, vai se submeter a outra intervenção cirúrgica chamada de bypass gástrico. Por esse tipo de procedimento, cota do estômago é grampeada e o intestino, desviado de forma que menos alimentos sejam digeridos e, mesmo assim, a pessoa tenha a emoção de saciedade.


A perspectiva é que essa operação o leve a atingir, nos próximos meses, um peso saudável. Poucas horas antes de encaminhar-se para o hospital, o bebê dialogou com a BBC Universo, o serviço em espanhol da BBC, e compartilhou sua história. Juan Pedro é de Aguascalientes, na região central do México, todavia há um ano vive em Guadalajara pra estar mais perto da clínica e dos médicos que o atendem. Sentado sobre isso uma cama reforçada e respirando com auxílio de um cilindro de oxigênio, ele lembra da existência na sua cidade natal. Segundo ele próprio, era uma "infância normal, entre aspas". Franco nasceu com três,5 kg, entretanto até os seis anos adquiriu, em média, dez kg por ano.


Aos 15 anos, Juan Pedro pesava 200 kg. À data, trabalhava como ajudante em lojas ou costurando roupas. Juan Pedro diz que os jovens são "um tanto cruéis". Ele se lembra da amplo quantidade de apelidos que lhe deram. Pela adolescência, ele tinha sonhos como os de cada outro fedelho da idade dele.


Herdou o adoro por automóveis do avô paterno — queria ser mecânico ou motorista. Do avô materno, veio a paixão pela música. Tudo mudou na existência de Juan Pedro quando ele tinha 17 anos. Visto que um acidente de trânsito, ficou um ano e meio pela cama. E foi desse modo que teu peso começou a ampliar vertiginosamente.


Cinco anos depois, já com mais de 330 kg, ganhou a auxílio de um instituto médico pra perder 80 kg. Contudo parou de perder peso. Mesmo indo à academia, seu peso foi voltando a acrescentar pouco a pouco. E, desse modo, passou a sofrer com doenças em série, entre elas uma pneumonia que lhe deixou pela cama com um cilindro de oxigênio.


Isso Podemos Chamar De Especificidade Da Flexibilidade

7 anos, entrou em coma. Foi após o coma que a atual equipe médica de Juan Pedro passou a seguir o caso dele. Eles disseram que era um caso complicado, e que todos as dificuldades de saúde eram decorrentes da obesidade: aquele nos pulmões, pressão alta, diabetes e hipotireoidismo. Contudo, mesmo desse jeito, queriam tentar ajudá-lo.


Juan Pedro conta tua própria história com desenvoltura. Na casa dele, ninguém para quieto. O pai, Herminio, empacota saquinhos de um doce chamado "alegria", feito com sementes de amaranto e mel. Depois que o piá descobriu na web referir-se de "uma receita descomplicado", o trabalho uniu a família. A mãe, María, prepara a comida e algumas vezes tece cachecóis coloridos pra vender.


Zumba Emagrece E Auxílio A Tonificar Os Músculos
  • 2 colheres (de sopa) de feijão
  • Prepare-se e descubra tudo o que acontece durante o parto
  • Brócolis, couve-flor e repolho
  • um colher de sopa de suco de limão
  • Biscoito de água (69)
  • Peso certo

O filho bem como tece. Diz que o auxílio a conter a aflição. A venda pela porta da moradia, onde comercializam o doce e os cachecóis, é o que garante o sustento da família. Herminio está aposentado desde os 35 anos porque uma doença nas pernas. María parou de trabalhar após o acidente do filho, para tomar conta dele. Em Aguascalientes ficaram os 3 filhos mais velhos do casal. Quem também foi pra Guadalajara, além dos pais, foi o inseparável cachorro Barbas.


Descobrir um território pra família e Barbas viverem durante o tratamento não foi fácil. Diversas pessoas se recusaram a alugar uma moradia ao saberem que era pra ele. Ao descrever essa história, o sorriso desaparece. Ele assume que vê a discriminação como fração inseparável de sua existência. Aquela sensação que tinha no momento em que ia a um restaurante e não tinha onde sentar, ou quando lhe negavam trabalho com susto que ficasse doente de repente.


Ou inclusive até quando não encontrava uma roupa ou um sapato que servissem. Ainda desta maneira, Juan Pedro demonstra bom humor pela maior quantidade do tempo. Às vezes, recorre à ironia ao dizer de si próprio. E, segundo os médicos, é isto que tem ajudado o jovem a recuperar de forma acelerada. Juan Pedro faz uma pausa no relato da própria história para tocar uma música no violão.



Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *